Sarah Westphal: Ainda pior do que a desilusão de um não ou a...

Veja também


Sarah Westphal: Quase Ainda pior que a convicção do...

Quase Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase. É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi....

Sarah Westphal Nota: Texto escrito por Sarah Westphal, mas muitas vezes atribuído a Luís Fernando Veríssimo, que desmentiu sua autoria e "encontrou" a verdadeira autora através da sua coluna na Zero Hora, em Março de 2005.
Sarah Westphal: Nunca se desespere antes, nunca comemore...

Nunca se desespere antes, nunca comemore antes e nunca abandone seu posto antes do fim da batalha.

Sarah Westphal Nota: Trecho do poema "Quase", muitas vezes atribuído erroneamente a Luis Fernando Veríssimo.
Sarah Westphal: Nunca se engane com o relógio. Os...

Nunca se engane com o relógio. Os minutos passam. As lembranças é que ficam dando voltas dentro nós.

Sarah Westphal Nota: Trecho do poema "Quase", muitas vezes atribuído erroneamente a Luis Fernando Veríssimo.

Felicidade, quando passa, dói. Tristeza, quando dói, passa. É tudo uma questão de tempo.

Sarah Westphal Nota: Trecho do poema "Quase", muitas vezes atribuído erroneamente a Luis Fernando Veríssimo.

Descubra do que você tem fome. É um desperdício imperdoável passar a vida empanzinado daquilo que não nos sacia.

Sarah Westphal Nota: Trecho do poema "Quase", muitas vezes atribuído erroneamente a Luis Fernando Veríssimo.