Nietzsche: É preciso testar a si mesmo, dar-se...

Nietzsche: É preciso testar a si mesmo, dar-se...

É preciso testar a si mesmo, dar-se provas de ser destinado à independência e ao mundo; e é preciso fazê-lo no tempo justo.
Não se deve fugir às provas, embora sejam porventura o jogo mais perigoso que se pode jogar, e, em última instância, provas de que nós mesmos somos as testemunhas e os únicos juízes.

Não se prender a uma pessoa: seja ela a mais querida - toda pessoa é uma prisão, e também um canto. (...) Não se prender a seu próprio desligamento, ao voluptuoso abandono e afastamento do pássaro, que ganha sempre mais altura, para ver mais e mais coisas abaixo de si: - o perigo daquele que voa. Não nos prendemos às próprias virtudes e nos tornarmos, enquanto todo, vítimas de uma nossa particularidade, por exemplo, de nossa hospitalidade".

É preciso saber preservar-se: a mais dura prova de independência.

Veja também