Mário de Andrade: Eu não sei se alcançar a felicidade máxima…...

Mário de Andrade: Eu não sei se alcançar a felicidade máxima…...

Eu não sei se alcançar a felicidade máxima…
…extasiar-se aí, e sentir que ela, apesar de superlativa, inda cresce, e reparar que inda pode crescer mais…
…isso é viver?
A felicidade é tão oposta à vida que, estando nela, a gente esquece que vive. Depois quando acaba, dure pouco, dure muito, fica apenas aquela impressão do segundo.

Veja também


Mário de Andrade: Não devemos servir de exemplo a...

Não devemos servir de exemplo a ninguém. Mas podemos servir de lição.

Mário de Andrade Nota: A lição do amigo: cartas de Mário de Andrade a Carlos Drummond de Andrade, anotadas pelo destinário" - Página 201, de Mário de Andrade, Carlos Drummond de Andrade , Livraria José Olympio Editora, 1982