Guimarães Rosa: Viver — não é? — é muito perigoso. Porque...

Veja também