François La Rochefoucauld: Nunca somos tão infelizes como supomos, nem tão felizes como havíamos esperado.

Veja também