Fiódor Dostoiévski: Às vezes, o pensamento mais estranho,...

Fiódor Dostoiévski: Às vezes, o pensamento mais estranho,...

Às vezes, o pensamento mais estranho, mais impossível na aparência, apodera-se de nós com tal poder, que acabamos por julgá-lo realizável... Mais ainda: se a ideia se associa a um desejo violento, apaixonado, tomamo-la às vezes, no fim das contas, por algo fatal, inelutável, predestinado.

Veja também