Fernando Pessoa: "Se escrevo o que sinto é porque...

Fernando Pessoa: "Se escrevo o que sinto é porque...

"Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância, pois nada tem importância. Faço paisagens com o que sinto”.

(Do Livro do Desassossego - Bernardo Soares Bernardo Soares (heterônimo de Fernando Pessoa (PDF))

Veja também


Hoje não há mendigo que eu não inveje só por não ser eu.

Fernando Pessoa Nota: Trecho do poema "Tabacaria" de Álvaro de Campos, heterónimo de Fernando Pessoa. Link