Anônimo: [...] É que talvez os nossos destinos sejam como...

Anônimo: [...] É que talvez os nossos destinos sejam como...

[...] É que talvez os nossos destinos sejam como estranhas retas paralelas. Se olhando, se acompanham, caminham juntos ao mesmo passo, entretanto, nunca irão se cruzar.

Veja também